Unidades

Centro Cirúrgico

 

O Centro Cirúrgico do HNSG é constituído por 7 salas cirúrgicas, a quais estão em funcionamento 5 unidades. São prestados serviços de procedimentos cirúrgicos ambulatoriais, média e alta complexidade abrangendo várias especialidades médicas, como neurocirurgia, cardíaca, cardiovascular, ortopédica, pediátrica, geral, otorrino, plástica, mastológica, oncológicas, entre outras.

O atendimento também é direcionado para o usuário de saúde suplementar e do sistema SUS. O setor trabalha com processos assistenciais para garantir a qualidade e segurança do paciente antes, durante e após o ato cirúrgico.

Centro de Terapia Intensiva Adulto – CTI Adulto

 

É um setor de alta complexidade voltado para assistência de pacientes adultos clínicos e cirúrgicos em quadro críticos e com necessidades de cuidados intensivos para restabelecimento à saúde. Conta com equipe multidisciplinar com foco no atendimento humanizado, especializado e holística ao paciente, além de manter equipamentos de alta tecnologia para otimizar e assegurar o cuidado.

Realiza diariamente reuniões para discussão dos casos para definição das melhoras condutas e assistência ao paciente, otimizando e assegurando os cuidados ofertados.

Maternidade

 

A Maternidade é a única do município e a 4ª maior do interior de Minas Gerais, atende pacientes da cidade de Sete Lagoas e dos 35 munícipios da microrregião de Sete Lagoas. É referência para gestantes de alto risco, mantém o serviço disponível para qualquer intercorrências da gestação e atendimento para puérperas até o 42º dia pós parto.

O Bloco obstétrico é composto por 7 leitos no pré-parto e 1 PPP (pré-parto, parto e pós-parto), mantém o atendimento humanizado, oferecendo atividades para auxiliar o parto normal, inclusive o atendimento com Doulas. Mantém 3 salas de parto funcionante 24 horas por dia.

No alojamento conjunto há 29 leitos destinados ao atendimento de usuários do SUS e 12 leitos de convênio.

No ano de 2018, a maternidade realizou 4.212 partos, sendo 3.303 destinados ao cliente SUS e 351 à saúde suplementar. 

CAGEP

 

A Casa de Apoio à Gestante e Puérpera, foi inaugurada em 2014 e instituída para cumprimento da Portaria 1.020, de 29 de maio de 2013, a qual defini organização aos serviços de saúde que são referências para a gestação de alto risco.

O objetivo da casa é ofertar acolhimento, acompanhamento e garantir segurança à saúde da gestante de alto risco. As pacientes são encaminhadas ao setor após avaliação médica na maternidade e abrange o público de Sete Lagoas e das 35 cidades da microrregião em que o HNSG é referência. 

Periodicamente, as gestantes são encaminhadas à Maternidade para avaliação médica e realização de exames conforme necessidade. Diariamente, elas são acompanhadas pela equipe de enfermagem e, sempre que necessário, pela Assistente Social e Psicóloga.

A CAGEP mantém 10 leitos para atendimento à gestantes e puérperas, as quais tem os filhos internados na UTI NEO. Em 2018, 402 mulheres foram assistidas na casa, entre gestantes e puérperas.

Hemodiálise

 

O serviço de diálise está em funcionamento desde 2009, atende pacientes da cidade de Sete Lagoas e dos 35 munícipios da microrregião de Sete Lagoas. Mantém assistência em Hemodiálise e Diálise peritoneal. Funciona de segunda a sábado, sendo 3 turnos por dia com 35 poltronas/máquinas, cada um com duração de 4 horas.

Atualmente, são assistidos 99 pacientes por dia em sessões de diálises (número aproximado, pois pode haver variações pequenas no turno). O serviço atende total de 198 pacientes no serviço de HD do HNSG. O usuário é atendido pela equipe multidisciplinar que está integrada ao cuidado holístico do cliente.

Foram 28.869 sessões de hemodiálise no ano de 2018. Além das diálises realizadas no CTI adulto.

Já em diálise peritoneal, o serviço assiste 21 pacientes que seguem rotina de diálise em domicílio com assistência multidisciplinar de referência no HNSG.

O serviço mantém cadastro dos pacientes na central de Sistema Nacional de Transplante Renal e, em 2018, foram encaminhados 14 pacientes para o procedimento.

Oncologia Clínica

 

A Irmandade de Nossa Senhora das Graças assumiu integralmente o serviço de Oncologia Clínica em maio de 2017, anteriormente terceirizada pelo grupo Oncoclínicas (2004-05/2017). O serviço foi reestruturado (pautando na Portaria 140 de 27 de fevereiro de 2014 do Ministério da Saúde) com objetivo de atendimento diferenciado e humanizado, caraterizado pela implantação de protocolos clínicos tendo como referência a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e o Instituto Nacional de Câncer (INCA). A unidade dispõe do trabalho da Equipe multidisciplinar (assistente social, enfermeira, fisioterapeuta, fonoaudióloga, nutricionista, e psicóloga) associado às demais especialidades, conforme a necessidade de cada paciente com o intuito de aprimorar o cuidado integral e humanizado.

O serviço realiza atendimento ambulatorial diário, aumentou de 19 para 28 poltronas de tratamento, visando atender a demanda das 34 cidades pactuadas com região de saúde de Sete Lagoas. Atende pacientes internados nas enfermarias e apartamentos de convênio e particulares e dispõe o serviço do Pronto Atendimento 24 horas para intercorrências.

A equipe médica da Oncologia Clínica e Hematologia (devidamente titulada pela SBOC) é encarregada do tratamento sistêmico dos pacientes adultos nas áreas de quimioterapia, hormonioterapia e imunoterapia. Realizam o tratamento neoadjuvante (pré-operatório), adjuvante (pós-operatório) e exclusivo (curativo e paliativo).

O ambulatório de Cirurgia Oncológica disponibiliza as especialidades de aparelho digestivo alto, cabeça e pescoço, proctologia, ginecologia, mastologia, neuro-cirurgia, torácica, e urologia.

A unidade dispõe da Comissão de Oncologia, onde integrantes do hospital e da Secretária Municipal de Saúde reúnem-se com o objetivo de monitorar os pedidos de exames dos pacientes, além de discutir ações de melhoria.

Pediatria

 

O setor é composto por 30 leitos que oferecem acomodações aos usuários do SUS (21 leitos) e de saúde suplementar (9), com assistência holística, humanizada e multidisciplinar para garantir uma assistência à saúde de qualidade e segurança. O setor admitiu 1.169 pacientes no ano de 2018 para assistência de tratamento clínico e cirúrgico.

Esta unidade atende desde recém-nascidos até crianças de 11 anos, 11 meses e 29 dias, com necessidade de tratamento clínico ou cirúrgico e preza pelo acompanhamento dos pais durante a internação.

Pronto-Atendimento

 

O setor de Pronto-Atendimento oferece atendimento ao cliente adulto na especialidade de clínica médica e cardiologia durante as 24 horas do dia. Atende usuários conveniados à saúde suplementar e ao SUS, sendo que para o usuário do SUS é referência para atendimento cardiológico e pacientes dos serviços de Hemodiálise e Oncologia da instituição.

Em 2018, foram 22.833 atendimentos realizados no Pronto atendimento – que possui uma sala de atendimento de emergência, 10 leitos e 6 poltronas para observação, além da sala de medicação rápida, de nebulização e sala de pequenos procedimentos.

Unidade de Internação Adulto – UIA

 

O setor mantém 6 andares em funcionamento para atendimento de pacientes adultos em tratamento clínico e cirúrgico, tanto usuários de saúde suplementar quanto do SUS. A assistência ao paciente é deliberada de forma holística e com abordagem multidisciplinar, inclusive com discussão de casos clínicos semanalmente para definição de condutas para assegurar uma assistência de qualidade.

Em 2018, foram 3.838 pacientes internados neste setor para receber tratamento clínico e cirúrgico de variadas especialidades.

Unidade Terapia Intensiva NEONATAL e Pediátrica – UTI NEO

 

A UTI NEO do HNSG é a única da cidade e da microrregião de Sete Lagoas, sendo aos partos de alto risco. É um setor complexo que atende desde recém-nascidos pré-maturos até crianças de 11 anos, 11 meses e 29 dias com quadros clínicos críticos e com necessidade de cuidados intensivos.

É constituída por uma equipe multidisciplinar com foco no atendimento humanizado, especializado e holística ao paciente e pais, além de manter equipamentos de alta tecnologia para otimizar e assegurar o cuidado.

O setor mantém 10 leitos em funcionamento e, em 2018, recebeu 168 pacientes com necessidades de cuidados intensivos.