CONVÊNIOS
FORNECEDORES
SAC

FALE COM O HNSG
(31) 2107-6000

Maternidade

maternidadeA UNIDADE PERINATAL DO HNSG

  • Maternidade referência para 35 municípios da região;
  • Alojamento conjunto: 41 leitos, 29 SUS e 12 convênio/particular;
  • No Bloco Obstétrico: 07 leitos de pré-parto, 01 suíte PPP, 03 salas cirúrgicas e 05 leitos de RPA e sala de admissão do recém-nascido;
  • A UTI Neonatal: 10 leitos;
  • Pediatria: 35 leitos, 26 SUS e 09 convênio/particular.

CONTATOS

  • Alojamento Conjunto SUS: (31) 2107-6038/ 2107-6027
  • Alojamento Conjunto convênio/particular: (31) 2107-6152
  • Bloco Obstétrico: (31) 2107-6047
  • Admissão: (31) 2107-6028

ORIENTAÇÕES GERAIS

Quando procurar atendimento na maternidade?

Quando sentir ou perceber sinais parecidos com os de trabalho de parto;

  • Contrações de cinco em cinco minutos;
  • Perda de líquido por rompimento da bolsa;
  • Sangramento vaginal.

Quais são os documentos necessários para levar na bolsa?

  • Carteira de identidade ou outro documento que contenha foto;
  • Cartão do SUS;
  • Comprovante de endereço;
  • Carteirinha de convênio para gestantes que tenham plano de saúde;
  • Cartão de pré-natal;
  • Exames;
  • Ultra Som recente.

O que levar na mala para a internação?

  • 1 pacote de fraldas descartáveis;
  • 3 conjuntos de roupa do recém-nascido;
  • 1 manta;
  • 1 toalha de banho para o recém-nascido;
  • 1 sabonete;
  • 1 pote de lenço umedecido;
  • 1 escova para pentear o cabelo do recém-nascido;
  • 1 camisola não transparente;
  • Calcinhas de cós alto para não tocar no local da cirurgia, em caso de cesariana;
  • 1 toalha de banho adulto;
  • 1 roupão ou 1 hobby para andar no corredor da maternidade;
  • 1 roupa para quando receber a alta hospitalar.

ORIENTAÇÕES AO ACOMPANHANTE

No pré-parto, no parto e no pós-parto

  • O acompanhante é de livre escolha da paciente;
  • É preciso seguir todas as orientações sobre a permanência no setor. Lá dentro não é permitido se alimentar, falar ao celular, andar entre os leitos e assentar ou deitar na cama da paciente. O acompanhante deve guardar todos os pertences da gestante em um escaninho próprio, responsabilizando-se por eles. O não cumprimento das normas pode levar o acompanhante a ser convidado a se retirar;
  • O acompanhante deve permanecer sempre ao lado da gestante, oferecendo-lhe apoio emocional, tranquilidade e segurança em todos os momentos. Palavras de estímulo, de coragem e, principalmente, elogios são muito importantes;
  • Busque participar ativamente de todo o trabalho de parto da gestante, seguindo as orientações das doulas sobre massagens, posições para melhorar a respiração, posições mais confortáveis para o trabalho de parto, atividades como andar pelo corredor, sentar-se na bola de bolbath, e tomar banho de chuveiro com água quente para aliviar as dores.

FAÇA O TESTE DA ORELHINHA EM SEU BEBÊ

orelhinha

O “Teste da Orelhinha” tem por finalidade identificar, o mais precocemente possível, a deficiência auditiva em recém-nascidos e lactentes. O teste é realizado nos bebês com idade entre 15 dias e três meses. O exame é realizado enquanto o recém-nascido dorme, em sono natural, e é indolor e não machuca. O teste é obrigatório e gratuito.

O agendamento é feito na Maternidade, junto à alta médica com a enfermeira.

O teste é fácil, rápido e sem dor.

 

REGISTRO DO RECÉM-NASCIDO NO CARTÓRIO

  • O recém-nascido deverá ser registrado pela família ainda durante o período em que a mãe estiver internada. Caso a família resida em outra cidade, o bebê pode ser registrado após a alta, de preferência nos primeiros 15 dias de vida;
  • Para registros feitos antes da alta, uma funcionária de enfermagem ou do serviço social entregará à mãe a Declaração de Nascido Vivo (DNV), que é uma folha amarela, na qual estão todas as informações do nascimento do bebê, o nome da mãe, o endereço de residência, etc. É importante a conferência de todos os dados, pois caso haja algum erro, é preciso fazer as correções imediatamente. Quando os dados estiverem corretos, é hora de registrar;
  • Para o registro, é preciso que o pai leve junto com a DNV os documentos de identidade dele e da mãe e a declaração de casamento, se os pais do recém-nascido forem casados no civil.

PROJETO DOULAS

testedoulas

Definição: a mulher que serve. As doulas são voluntárias da comunidade que auxiliam as gestantes no trabalho de parto. Ao entrar no pré-parto, a gestante é recebida por uma doula, que oferece apoio emocional e auxílio para o alívio da dor, por meio de métodos não farmacológicos, antes e durante o parto. Exemplos disso são as massagens relaxantes, os banhos quentes de chuveiro, os escalda-pés e os exercícios sobre a bola de bolbath, todos com o objetivo de promover uma boa evolução do trabalho de parto.

 

 

CONTATO PELE A PELE

O contato pele a pele deve se iniciado imediatamente após o nascimento, de forma contínua e prolongada para todo binômio mãe-filho saudável. Nessa técnica, o bebê é colocado no colo da mãe, em contato direto com a pele dela, sem a interferência de roupas e tecidos. Esse contato se converte num grande toque afetivo, de modo que o bebê, nessa posição, encontra-se naturalmente massageado, contido e amado. Ambos devem ser cobertos com uma manta.

Caso deseje estabelecer contacto pele a pele, após o nascimento, a nova mamãe deve informar à equipe de profissionais no parto, para que este seja de fato um momento inesquecível e positivo.

REDE CEGONHA

O HNSG faz parte da Rede Cegonha, que é uma estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípios da humanização e assistência, em que mulheres, recém-nascidos e crianças têm direito a:

  • Ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal;
  • Transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto;
  • Vinculação da gestante à unidade de referência para assistência ao parto
  • Realização de parto e nascimento seguros, através de boas práticas de atenção;
  • Acompanhante no parto, de livre escolha da gestante;
  • Atenção à saúde da criança de 0 a 24 meses com qualidade;
  • Acesso ao planejamento reprodutivo.

BOAS PRÁTICAS NA ATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO

Práticas recomendadas:

  • Cuidado centrado na mulher, neonato e na sua família;
  • Equipe multidisciplinar na assistência ao parto;
  • Presença de Doulas;
  • Estímulo à deambulação durante o trabalho de parto;
  • Liberação de dieta líquida durante o trabalho de parto;
  • Métodos não farmacológicos para alívio da dor;
  • Estímulo ao parto na posição verticalizada;
  • Manejo ativo do terceiro estágio (2 ampolas de ocitocina IM após desprendimento fetal);
  • Clampagem oportuna do cordão umbilical;
  • Contato pele a pele;
  • Estímulo ao aleitamento materno.

Práticas não recomendadas:

  • Realização de enema e tricotomia de rotina;
  • Hidratação venosa de rotina;
  • Epsiotomia de rotina;
  • Realização de amniotomia precoce;
  • Administração de ocitocina precoce.

CASA DA GESTANTE – CAGEP

A Casa da Gestante do HNSG é um ganho importante para a comunidade setelagoana e das regiões vizinhas, pois servirá de apoio para as mulheres que precisam desse acolhimento. Neste momento de fragilidade e vulnerabilidade, elas receberão cuidados e assistência médica e de equipe multiprofissional para o melhor controle de doenças crônicas ou adquiridas durante a gravidez, contribuindo para minimizar índices de mortalidade materna e neonatal. Visa também contribuir com a utilização racional de leitos hospitalares.

Para o acolhimento na Casa da Gestante a mulher deverá ser encaminhada através da maternidade do HNSG ou pelo Centro Viva Vida após avaliação médica, sendo as puérperas encaminhadas pelo Serviço Social do hospital.

As usuárias do serviço serão acolhidas de forma humanizada e receberão os cuidados necessários da equipe médica e de enfermagem, composta por 1 médico, 1 enfermeira (8h diariamente) e 4 técnicos de enfermagem (24h por dia). Conta também com toda a estrutura e equipe de apoio do hospital como, psicólogo, assistente social, nutricionista e fisioterapeuta.

Com quatro quartos, dois banheiros, salas, copa, cozinha, área externa, lavanderia e varanda, a estrutura possibilita maior apoio às gestantes e às mães. Para essas mães, a Casa da Gestante servirá de apoio para fortalecer a relação do binômio (mãe-filho), permitindo a mãe estar próxima ao recém nascido e melhorar as chances de amamentação.

 

Bloco Cirúrgico

bloco

O Bloco Cirúrgico do Hospital Nossa Senhora das Graças, conta com sete salas cirúrgicas, sendo seis delas para média e alta complexidade e uma para pequenos procedimentos. São realizadas cirurgias gerais, otorrino, neurocirurgia, cardiovasculares, ginecológicas, pediátricas entre outras. O HNSG conta com uma equipe preparada para atender as clínicas de forma abrangente. O hospital é conveniado ao SUS e atende também a convênios e a particulares.

O horário para agendamento cirúrgico é de 07h00 às 17h00 de segunda a sexta-feira. Contatos pelo telefone: 31 2107-6050.

UTI Neonatal

uti neoA Unidade de Terapia Intensiva é um centro de cuidados muito especializados por isto possui normas diferentes. O HNSG possui 10 leitos de tratamento intensivo para atendimentos a recém-nascidos.

ACOMPANHANTES

Os pais podem visitar e se revezar no acompanhamento do seu filho durante todo o período de internação neste setor;

Diariamente, o médico e demais profissionais da equipe (enfermeiro, fisioterapeuta, nutricionista, fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo) irão repassar aos pais as condições dos bebês. Será prestada toda a assistência necessária;

Se você vem de outra cidade, pode ligar para o telefone (31) 2107 6088, entre 9h00 e 10h00, para obter informações sobre o bebê;

Você pode trazer brinquedos ou objetos pessoais do seu filho, mas é preciso haver autorização da Coordenação da Enfermagem;

Evite a entrada e a saída frequentes da Unidade.

VISITAS

É permitido que dois parentes próximos visitem seu filho no horário de 15h00 às 16h00, todos os dias da semana.

CONTATOS

Telefone: (31) 2107-6089 e 2107-6146

UTI Adulto

utiA Unidade de Terapia Intensiva é um centro de cuidados muito especializados por isto possui normas diferentes. O HNSG possui 16 leitos de tratamento intensivo para atendimentos a adultos.

ACOMPANHANTES

Diariamente, o médico e demais profissionais da equipe (enfermeiro, fisioterapeuta, nutricionista, fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo) irão repassar aos familiares as condições dos pacientes. Será prestada toda a assistência necessária;

Se você vem de outra cidade, pode ligar para o telefone (31) 2107 6000, entre 9h00 e 10h00, para obter informações sobre o paciente;

Evite a entrada e a saída frequentes da Unidade.

VISITAS

É permitido dois visitantes por leito no horário de 15h30 às 17h30 e 20h às 22h, todos os dias da semana, inclusive nos fins de semana e feriados.

CONTATOS

Telefone: (31) 2107-6098 e 2107-6096

Campanhas

editais

banners__cagep_250x250px

banners__SOU_HNSG250x250px

banners_250x250px_AVOSG

Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados