Recém nascido com complicações cardíacas é transferido de helicóptero

Publicado em 10 maio 2016 por Bárbara Araújo

 

hnsg

Um recém-nascido, de 19 dias, foi transportado de helicóptero na última sexta-feira para realização de uma cirurgia cardíaca Santa Casa de Passos, que é conveniado pelo Estado para realizar o procedimento cardíaco infantil. O bebê nasceu com uma alteração cardíaca congênita considerada grave e, desde o parto, ficou internado na UTI Neonatal HNSG recebendo cuidados intensivos.

Segundo a enfermeira Responsável Técnica Karine Barcelos, do HNSG, quando a gestante, natural da cidade de Curvelo, foi transferida para o parto na maternidade Odete Valadares do HNSG, já era sabido pelos médicos que acompanharam o pré-natal que o bebê possuía uma alteração cardíaca grave. Desde que recebeu alta, a mãe do bebê foi acolhida da Casa da Gestante, CAGEP, recebendo todo o apoio necessário enquanto aguardava a transferência.

“Casos como esse são, normalmente, encaminhados para maternidades referência, o que não é o caso do HNSG. No entanto, como não havia vaga em nenhuma outra instituição onde o bebê pudesse ser operado, a transferência foi feita para a maternidade de Sete Lagoas que era a que, por proximidade, tinha melhores condições para atender o caso”, explicaram em nota.

Ainda de acordo com o HNSG, o quadro do bebê era estável, mas isso não minimiza a gravidade da situação e a necessidade de um procedimento cirúrgico para correção dessa alteração cardíaca.

“Durante todo o período em que o paciente permaneceu sob os cuidados da equipe do HNSG, foram muitos os esforços para se conseguir uma vaga em hospital referência que pudesse realizar a cirurgia. A vaga foi finalmente encontrada nesta sexta-feira, 6 de maio, em um hospital na cidade de Passos. No entanto, as condições clínicas do paciente indicavam que a viagem por terra era inviável. Assim, além da equipe do SUS Fácil, as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde também se mobilizaram para conseguir o transporte aéreo do paciente até o hospital onde a cirurgia será realizada.”

De acordo com Karine Barcelos, a criança e seus pais foram levados de ambulância para o heliponto, onde o helicóptero que os levaria até o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, já os esperava. Uma equipe especializada no transporte de neonatos acompanhou a família e monitorou o bebê durante toda a viagem. O trecho entre a capital e a cidade de Passos foi feito de avião. Todas as despesas da transferência foram custeadas pela Secretaria de Estado da Saúde.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados