Obtenção da CND comprova: estamos no rumo certo!

Publicado em 2 dez 2014 por Suporte

O HNSG recebeu na manhã desta segunda feira, 1º de dezembro, a notícia da emissão de sua Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CPEND).

Tal certidão se equivale à CND – Certidão Negativa de Débitos. O hospital estava inadimplente junto à Fazenda Nacional há pelo menos dez anos e sofria as conseqüências desta situação. Desde o início de 2014, a Diretoria da Irmandade desenvolveu uma série de ações que culminaram com o deferimento, em setembro, da adesão do Hospital ao PROSUS, programa de moratória das dívidas junto ao Governo Federal, e, em dezembro, no recebimento da CND.

Tal certidão habilita a instituição a receber emendas parlamentares, contribuições oriundas de convênios com governos Estadual e Federal bem como a captação de doações junto ao empresariado. Após aprovação da moratória, as instituições têm a responsabilidade aumentada, com a necessidade de manutenção de um ajuste fiscal-tributário rígido, estabelecido através de um planejamento econômico-financeiro, que objetiva a viabilidade e capacidade de auto sustentação do HNSG, que deve ser cumprido à risca. O não cumprimento dessa obrigação implicará na exclusão da INSG do PROSUS e consequente execução da moratória com os devidos encargos e juros.

O PROSUS consiste na concessão de moratória das dívidas vencidas no âmbito da Secretaria da Receita Federal e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Para se ter uma noção da importância do programa para o HNSG, o montante a ser liquidado poderá chegar a R$18 milhões de uma dívida total de R$38 milhões. Um projeto de tal envergadura envolveu intensamente a Diretoria no primeiro semestre deste ano. O trabalho, fruto do sacrifício e colaboração de extensa lista de funcionários, médicos e parceiros, teve a coordenação direta de um grupo formado pelo Superintendente, Dr. Felipe Toledo, Diretor Geral, administrador João Auad, e assessor Adelziso Vidal Filho, hoje, gerente executivo da INSG.

A gestão do HNSG colocou em prática algumas ações para viabilizar e tornar sustentável a situação da instituição. Uma das ações de grande importância é o Programa de Recuperação Econômico-Financeira – ProREF, que prevê saneamento total das contas do hospital em 36 meses.

O programa de recuperação:

Em linhas gerais, o ProREF será executado em quatro etapas, obrigatoriamente subsequentes:

Estancar a sangria de caixa existente;

Viabilizar Resultado Operacional Positivo;

Recompor a estrutura de capital da empresa;

Viabilizar resultado líquido positivo.

Desde Outubro de 2014 já estão em andamento várias ações da primeira etapa deste processo, que estabelece mudanças no Modelo Assistencial e para as políticas econômico-financeiras ligadas a Pessoal, Compras e Contratos.

Fruto das ações descritas acima, a INSG obterá resultado operacional positivo no primeiro trimestre de 2015, consolidando a segunda etapa do ProREF.

A recuperação da CND é pré-requisito para a recomposição da estrutura de capital da empresa, terceira etapa, e sua obtenção demonstra acerto na linha de trabalho e na condução do processo como um todo.

Segundo o Superintendente Dr. Felipe Toledo, “com resultado positivo em suas operações, com a recomposição da estrutura de capital e a adimplência consequente destas ações, a INSG caminha firmemente rumo à realização e consolidação da quarta etapa do ProREF quando estará saudável econômico-financeiramente e autossustentável”, afirmou.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados