INSG anuncia “ProREF II” e mudanças na estrutura administrativa

Publicado em 1 jul 2016 por Bárbara Araújo
rp_felipe-300x3001.jpg

Dr. Felipe Toledo Rocha deixou a superintendência do HNSG. Cargo será extinto.

O Conselho de Administração da Irmandade de Nossa Senhora das Graças anunciou, na tarde da última quinta-feira, 30 de Junho, o desligamento do superintendente da INSG, Dr. Felipe Toledo Rocha. A saída ocorreu em comum acordo e foi fruto de adaptações ao Programa de Recuperação Econômico Financeiro do HNSG (ProREF), o ProREF II, que foi lançado na mesma data.

Com a nova estrutura administrativa, o cargo de superintendente será extinto. Assume a gestão Administrativa o diretor Geral Adelziso Vidal. A Direção Técnica da Irmandade continua a cargo do Dr. Felipe Massote.

O médico Dr. Felipe Toledo Rocha chegou à INSG em 2012. Desde então, foi o responsável pela implantação, na Irmandade de um modelo de gestão profissional que trouxe resultados expressivos para a saúde econômica da INSG.

Em seu primeiro ano à frente da entidade, implantou adequações nas equipes de enfermagem. A medida trouxe mais segurança ao paciente assistido pelo Hospital Nossa Senhora das Graças. No mesmo ano, a Irmandade conseguiu o Alvará Sanitário, documento fundamental para seu regular funcionamento.

Em 2014 Dr. Felipe Toledo conseguiu, mesmo em um momento em que uma grave crise econômica e política começou a se instalar no país, implementar o ProREF. O programa teve como base austeridade e segurança e representou, já nos três primeiros meses, uma economia de R$ 3,6 milhões para os cofres da Irmandade. Reduzindo drasticamente as despesas e otimizando processos de compra e contratos, o programa rendeu à INSG uma economia de R$ 14,4 milhões.

No mesmo ano, sob o comando do Dr. Felipe Toledo, a INSG obteve a Certidão Negativa de Débitos, CND. O documento permitiu à entidade captar, no último ano, R$ 5 milhões em emendas parlamentares estaduais e federais. Com a CND também passou a ser possível à Irmandade transferir dívidas antigas de bancos privados para públicos, onde as taxas de juros são consideravelmente mais baixas.

Quando a INSG estava finalmente vivendo, depois de anos de estagnação e endividamento, um processo de crescimento e sustentabilidade financeira desencadeado pelo ProREF, a entidade foi atingida, em 2015, por uma grave crise de recebimentos. Recursos do SUS destinados ao pagamento de serviços prestados pelo Hospital Nossa Senhora das Graças começaram a ser retidos pela Prefeitura, que também alterou negativamente o contrato com a Irmandade. A solução encontrada pela gestão, naquele momento, foi buscar novas formas de otimizar sua estrutura administrativa. E foi assim que nasceu, há pouco mais de um ano, o Projeto de Organização Social de Saúde (OSS) que permitiu à Irmandade aplicar suas boas experiências de gestão no Hospital Regional e Maternidade de Ibirité (HRI). O contrato, além de levar assistência de qualidade e gestão profissional para o HRI, vem ajudando a manter o funcionamento do HNSG.

Em 2016 a INSG passou por outra importante mudança: um novo Conselho, mais atuante e participativo foi eleito. Na administração municipal, no entanto, as mudanças não surtiram efeitos tão positivos. Em menos de seis meses, a Secretaria Municipal de Saúde teve três diferentes gestores, e o não repasse e a retenção de recursos do HNSG por parte da Prefeitura desencadeou uma crise institucional.

Para contornar esse momento, o novo Conselho precisou atuar fortemente, e de maneira coordenada junto ao Ministério Público de Minas Gerais. A ação foi necessária para garantir, à Irmandade, sua independência e sustentabilidade.

Com o desligamento do superintendente Dr. Felipe Toledo Rocha, o Conselho tem consciência de que um período de grandes desafios está por vir. Por isso, lança, neste 1º de Julho, a segunda fase do Programa de Recuperação Financeira da INSG, que vem para reforçar a política de austeridade e adequar a entidade à sua nova realidade orçamentária e financeira, em face de um cenário político e econômico micro e macro regional que promete não ser nada animador.  “Dr. Felipe deixa a Superintendência da INSG, mas seu modelo de gestão e a equipe que muito orgulhosamente ele formou ao longo desses quatro anos permanecem”, declarou o presidente da INSG, Heber Henrique Moreira.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados