HNSG já iniciou processo de aquisição de novas máquinas de Hemodiálise

Publicado em 2 jun 2016 por Bárbara Araújo

hemodialisegdO Hospital Nossa Senhora das Graças confirma o recebimento da emenda do deputado Douglas Melo. O recurso no valor de R$600 mil foi depositado na conta do HNSG, que já está em processo de levantamento de preços para a aquisição das máquinas de Hemodiálise. As novas máquinas, conforme já foi divulgado pela nossa Assessoria de Comunicação, vão substituir equipamentos que atualmente estão em uso no hospital, mas que vêm apresentando problemas e necessitam de manutenção frequente devido ao longo tempo de uso.

O processo de compra desses equipamentos demanda tempo. O primeiro passo é o levantamento de preços. É preciso fazer, no mínimo, três orçamentos para garantir que os recursos serão utilizados dentro da legalidade da utilização dos recursos públicos. Isso significa que, até a finalização da compra, uma série de requisitos precisam ser cumpridos, obedecendo a proposta aprovada pelo Estado quando da formalização do convênio.

O Hospital Nossa Senhora das Graças não pode, mesmo diante do cenário econômico em que se encontra, utilizar qualquer parte dos recursos destinados pelo deputado Douglas Melo para a aquisição das 12 máquinas de Hemodiálise para qualquer outro fim. Depois de decidida a empresa que vai fornecer as máquinas ao HNSG, tem início a compra em si. “Por se tratar de um equipamento, temos que aguardar uma série de fatores para compor o preço de venda, o que demanda um tempo maior para o envio das propostas pelos fornecedores”, explica o gerente de suprimentos da INSG, Valdir Junior.

Quando as máquinas forem finalmente entregues, o Hospital Nossa Senhora das Graças assume o compromisso de dar publicidade à chegada dos equipamentos. “Estamos nos empenhando para agilizar o processo de compra o quanto for possível”, afirmou Aline Ituassú, Coordenadora Gestão SUS do HNSG.

HEMODIÁLISE

Atualmente, o HNSG conta com 38 máquinas para hemodiálise. Cada uma atende, semanalmente, a seis pacientes. A destinação feita pelo deputado Douglas Melo vai reduzir o tempo de ociosidade dos equipamentos que necessitam ficar parados para manutenção. “A gente nunca deixa de atender um paciente da Hemodiálise porque uma máquina está parada, mas acaba sendo obrigado a remanejar os horários e, às vezes, abrir durante a madrugada para quem ninguém fique sem o tratamento. As máquinas novas vão, realmente, facilitar bastante o trabalho que fazemos aqui e melhorar o atendimento a esses pacientes”, afirma a coordenadora da Hemodiálise Mauricéia Ribeiro Lemos.

Para conseguir absorver toda a demanda reprimida de pacientes à espera de Hemodiálise, de acordo com o superintendente da INSG, Dr. Felipe Toledo, seria necessário dobrar a estrutura que já existe no Hospital. Isso custaria, ainda segundo o executivo, algo entre R$4 milhões e R$5 milhões.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados