Com grandes resultados de gestão, agora é vencer Crise de Recebimento

Publicado em 26 jun 2015 por Suporte

hnsg_azulApós dez meses de implantação, o ProREF – Programa de Recuperação Econômico-Financeira, realizou um raio-x completo de todas as áreas do HNSG e já reduziu em pelo menos R$1,2 milhão seu custo operacional mensal. A Diretoria conseguiu que a despesa do hospital seja hoje menor que o seu faturamento, contribuindo para a sustentabilidade da instituição. Esses dados demonstram a capacidade de gestão da equipe da Irmandade, o tamanho do esforço empregado e dos desafios assumidos.

O Hospital, responsável por 70% das internações do município, chegou até aqui cumprindo rigorosamente seus contratos assistenciais, sua agenda de pagamentos de impostos e mantendo em dia salários e obrigações de seus mais de 900 funcionários. Diante deste cenário, o hospital contou com imensa colaboração dos médicos. Pouca gente sabe, mas os pagamentos relativos à prestação de serviços SUS só são liberados após 60 dias. Entretanto, como o hospital sofre com a falta de recebimento dos serviços prestados, ainda há atraso com o pagamento dos fornecedores, na ordem de R$4 milhões.

Hoje, se recebesse os atrasados relativos a serviços já prestados ao SUS, o hospital teria dinheiro suficiente para quitar o que deve a fornecedores e prestadores e ainda teria reserva financeira para sua operação. Portanto, o HNSG está agora diante de uma crise de recebimento, tendo um montante a receber do poder público que já ultrapassa R$6,5 milhões. Deste valor, somente a Prefeitura de Sete Lagoas deve cerca de R$4,8 milhões de procedimentos e atendimentos mensais já prestados, estabelecidos em contrato de prestação de serviços. Além disso, chega a mais de R$1,7 milhão a dívida do Governo do Estado.

A Diretoria tem mantido agendas com o Governo do Estado de Minas Gerais e com a Prefeitura de Sete Lagoas, buscando acertar um cronograma de recebimentos, porém ainda sem sucesso e sem grandes perspectivas. Somente com estes recebimentos é que o HNSG conseguirá, por fim, normalizar os pagamentos que ainda estão em aberto e garantir o atendimento de saúde tão fundamental à população.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados