Estudantes internos se despedem do HNSG

Publicado em 19 dez 2016 por Bárbara Araújo

revalidagdVinte e cinco internos que, desde janeiro deste ano, participaram, no HNSG, do programa de complementação de carga horária para obtenção de um diploma de medicina válido no Brasil foram recebidos, nesta sexta-feira, pelo Conselho da INSG. O café da manhã marcou a despedida dos acadêmicos bolivianos, paraguaios, argentinos, cubanos, uruguaios e também brasileiros, de vários Estados do país, que encontram, nas universidades de países vizinhos, condições mais favoráveis para estudar.

Durante o período em que estiveram no HNSG, os estudantes passaram por um rodízio em Clínica Médica, Pediatria, Obstetrícia e Ginecologia, Cirurgia Geral e Saúde da Família (essa última, realizada em ESF, fora das dependências do HNSG). Os estudos em cada especialidade duraram nove semanas.

Jorge Christian Fagundes, de Montevidéu, no Uruguai, está no Brasil há dois anos. Ele decidiu fazer a revalidação de seu diploma do curso de Medicina por meio do sistema de complementação de carga horária porque queria ver de perto como funciona o sistema de saúde no Brasil. “Gostei muito dessa experiência aqui, que me abriu um pouco os caminhos para encarar esse novo desafio. Estou formado há vinte anos e já trabalhei em diversas áreas”, conta o médico que afirma ter notado, desde o início do ano, um grande comprometimento por parte da equipe de tutores. “Eu senti o amor que os preceptores têm pela tarefa de nos terem abraçado e guiado nas diversas áreas que fazem parte da complementação”, disse.

Um dia antes, o HNSG recebeu a comissão avaliadora da Universidade Federal do Mato Grosso, credenciada pelo Ministério da Educação para receber estudantes estrangeiros em processo de complementação de carga horária para obtenção do diploma de medicina. Eles vieram dar sua avaliação final sobre o programa. “Aprendemos muito durante o ano, pois se tratava de um projeto novo para o HNSG. Aprendemos a respeitar esses estudantes que, com dificuldades, deixam suas famílias para trás procuram outro país para estudar, seja por condições financeiras ou por questões geográficas, mas que fazem tudo isto para correr atrás de seu sonho”, conta a coordenadora da Diretoria Técnica do HNSG, Adriana Sales, que afirma ser gratificante poder contribuir para a formação dos estudantes, para que eles possam realizar seu sonho, e ainda agradece a toda a equipe que participa, direta ou indiretamente, do projeto.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Hospital Nossa Senhora das Graças © 2014 - Todos os direitos reservados