Hospital Nossa Senhora das Graças recebe importante doação no valor de R$430.000
1 de julho de 2022
Hospital Nossa Senhora das Graças implementa os atendimentos na área de Ortopedia e Traumatologia em Sete Lagoas e Região
23 de julho de 2022

Casa de Apoio a Gestantes do Hospital Nossa Senhora das Graças completa 8 anos.

A assistência fornecida a uma mulher durante a gestação, é o principal fator para que a criança possa nascer saudável.

E pensando no bem-estar das mulheres de Sete Lagoas e municípios vizinhos, há oito anos surgia uma casa acolhedora, confortável, bem estruturada e com profissionais para amparar as gestantes 24 horas por dia. Essas são as características da Casa das Gestantes e Puérperas (CAGEP) do Hospital Nossa Senhora das Graças.

Localizada próximo ao Hospital, a casa apoia e cuida de gestantes em situação de risco e mães que estão com os filhos na UTI Neonatal. Dessa forma, contribui para um cuidado adequado às situações que demandem assistência diária, mas que não tenha necessidade de internação hospitalar.

Ela oferece, condições de permanência, alimentação e acompanhamento pela equipe multiprofissional de referência, composta por enfermeira, médico obstetra e técnico de enfermagem, podendo, ainda, contar com o apoio da psicologia, serviço social e nutricionista.

Segundo a moradora Fernanda, 24 anos, do interior de Minas Gerais, a Casa das Gestantes foi a melhor escolha para a sua vida. “A minha gravidez é de risco e graças aos cuidados que me ofereceram, tenho certeza que tenho condições de ter um parto tranquilo e bem assistido”, afirma.

Através dessa iniciativa, o H.N.S.G, pode priorizar o atendimento as gestantes que necessitam de estar próximo a uma maternidade. Frequentemente, são mulheres que com ameaça de aborto, sem indicativo de internação, porém, com necessidade de medicamentos e repouso. Existem também, uma parcela em falso trabalho de parto que não podem voltar as suas residências, ou pela falta de transporte, ou até mesmo por não ter condições de pagar transporte.

“Aqui podemos construir uma nova família, mesmo cientes dos riscos que restamos correndo durante a gravidez, eu fico muito feliz em saber que não estou sozinha nesse momento tão delicado”, concluiu Fernanda.

Hoje a taxa de ocupação da CAGEP é em média de 70% ao mês, a casa está apta para receber qualquer gestante em situação de risco ou com o filho na UTI Neonatal. Quem interessar contribuir para o projeto, deve entrar em contato com a Captação de Recursos do HNSG, através dos Telefones (31)2107-6042 ou (31)2107-6113.